Postagens

Interlocuções em Neuropsicologia: o processamento emocional na Síndrome Burnout

Imagem
Uma revisão nos achados acerca da Psicologia do Trabalho nos permite afirmar que as abordagens progridem da ênfase na manutenção da funcionalidade fisiológica do trabalhador, para a ergonomia do ambiente de trabalho e, contemporaneamente, ao foco no trabalhador na tríade saúde-doença-produtividade. Embora a Neurociência tenha feito avanços significativos no mapeamento cerebral de determinados processos mentais e do processamento emocional humano, devemos ficar atentos às implicações desses avanços para que não levem a visões reducionistas da pessoa e da experiência humana – cujo regime de verdade é seja a individualização dos problemas sociais e do comportamento. A interlocução Saúde do Trabalho e Neurociência pressupõe o comprometimento cognitivo como objeto conformado junto ao nexo causal e ao dano, para consequente manejo do processamento emocional tipificado pela exaustão, despersonalização e baixa realização profissional. O reconhecimento do problema, no âmbito da Neuropsicológic…

Um conto corriqueiro

Conta-se a história de um pastor suíço a beira de um colapso que foi convidado a ver o psiquiatra Carl Jung. Quando perguntado quantas horas por dia ele estava trabalhando, o pastor disse a Jung: “cerca de dezoito horas por dia.” Jung aconselhou-o a reduzir para oito horas por dia e passar o restante do tempo liberado para um relaxamento tranquilo por conta própria.  O pastor fez isso: no primeiro dia, sentou-se numa confortável poltrona para ouvir Mozart e ler um romance. No segundo dia, Mozart deu lugar a Beethoven. . . e assim por diante. Depois de duas semanas ou mais o pastor sentiu-se pior e voltou para Jung, que lhe perguntou como especificamente, ele estava gastando seu tempo. Quando o pastor descreveu suas horas de lazer, Jung disse: “Não foi isso que eu quis dizer; eu quis dizer que você deveria passar algum tempo em silêncio consigo mesmo. O homem respondeu: “Tempo comigo? Mas eu não posso pensar em nada mais terrível.” Jung disse: “Bem, está na hora de conhecer-se melhor, p…

O Encontro Analítico

Imagem

Andar...

Imagem

Resumo: Quinta Conferência de Fundamentos da Psicologia Analítica

Imagem
" O significado de uma neurose é impulsionar o indivíduo para a personalidade total, o que inclui o reconhecimento e responsabilidade pela totalidade do ser, pelos bons e maus aspectos, pelas funções inferiores." (pág.149)

Transferência

“O termo é a tradução do alemão ubertragung, o que significa literalmente: carregar alguma coisa de um lugar para outro. Também significa, metaforicamente, carregar de uma forma para outra." (pág.127)

Jung explica compreender a transferência como forma própria de desenvolvimento generalizado da projeção (“os conteúdos psíquicos são transportados para o objeto (pág.128)”: ocorrem entre dois indivíduos, tem natureza emocional e compulsória, não intencional, involuntária e não consciente, fenômeno psíquico automático e espontâneo.

“A projeção É sempre um mecanismo inconsciente, e por isso a consciência ou a realização consciente a destroem." (pág.129)

As emoções tem caráter particular e incitam processos semelhantes nos indivíduos: ca…

Resumo: Quarta Conferência de Fundamentos da Psicologia Analítica

Imagem
“O mundo é imenso, e não há uma única teoria que consiga explicar tudo.” (pág.118)
Análise dos sonhos: trabalho de encontrar paralelos com produtos do inconsciente. 
A análise dos sonhos é o meio técnico que viabiliza acesso ao inconsciente e nos indica o caminho para dissolver aflições.  Na vivencia de problemas emocionais as pessoas sonham de modo mais intenso. Os sonhos não respondem as nossas expectativas, evidenciam-se como mensagem do inconsciente.
Os sonhos são uma fonte objetiva de informação psicoterapeutica, informam o que o inconsciente de um ser esta fazendo com os seus complexos.  
"[...] se não entendo é porque minha mente é que é distorcida, e não estou tendo a percepção que deveria ter. (pág. 79)"
Os complexos desempenham importante papel na análise dos sonhos, não por se tornarem classificáveis mais por tornar acessível sua dinâmica. 
"[...] nossa consciência é apenas uma superfície, a vanguarda da nossa vida psicológica. A cabeça é apenas uma parte, mas atrás…

Fundamentos da Psicologia Analítica: Terceira Conferência

Imagem
¥ Como abordar a face obscura da mente?



"[...] apenas através de nossa fraqueza e incapacidade estamos ligados ao inconsciente, ao nosso mundo inferior dos instintos e aos nossos companheiros no mundo. As virtudes apenas auxiliam o homem a tornar-se independente; aí, então, já não se tem necessidade de ninguém, aí somos reis. Mas em nossa inferioridade estamos unidos à humanidade e ao mundo dos instintos. (pág.91)"

Métodos usados na investigação dos processos psicológicos inconscientes:

    - Associação de palavras (pag.43/44/70/71)
Lista cem palavras para uma pessoa solicitando que reaja com a primeira palavra que lhe vier a cabeça o mais depressa possível. Marca-se o tempo de cada resposta com cronômetro. Repete-se as palavras estimulo e a pessoa deve repetir as respostas anterior. Há importância onde falhar a memória (distúrbio na reação) pois atingiu conglomerado de sentimentos estranhos e dolorosos.  

Os Complexos são dotados de tensão e energia própria, e forma por si…